Diga não ao imposto sindical VOLTAR

Artigos, Clipping e Notícias

CUT-PE inicia coleta de votos do Plebiscito Nacional sobre o Fim do Imposto Sindical

17/04/2012

Escrito por: Chico Carlos/CUT-PE

 

A CUT Pernambuco iniciou nesta segunda-feira (16), mais precisamente na Estação Central do Metrô, bairro de São José, no Recife, a coleta de votos para o Plebiscito Nacional sobre o Fim do Imposto Sindical como parte da mobilização nacional por Liberdade e Autonomia Sindicais. O imposto é descontado compulsoriamente, uma vez por ano, em março, do salário dos empregados com carteira assinada. Por ser compulsório, ajuda a manter sindicatos “fantasmas” e “pelegos”, sem vínculo com suas categorias e sem representatividade sindical.

 

Hoje, participaram do lançamento da campanha e da coleta de votos representantes de várias categorias profissionais, entre eles, trabalhadores em educação, servidores públicos federais, saúde e previdência social, bancários e petroleiros, Todos concordaram que o fim deste imposto que banca sindicatos de fachada, que não defendem o interesse do trabalhador, é fundamental para fortalecer a ação sindical. Ou seja, quando tiverem de ir atrás de sócios e mostrar serviço - negociar melhorias nas condições de trabalho, valorização profissional e reajustes salariais, por exemplo - muitos dos sindicatos que se mantém apenas em função do tributo vão ficar à margem do processo sindical e provavelmente fechar suas portas. 

 

O presidente da CUT-PE, Sérgio Goiana, disse que além de fortalecer os sindicatos, a campanha por liberdade e autonomia sindical exigirá a atualização da legislação trabalhista para coibir a repressão contra a classe trabalhadora. Ele acrescentou que é necessário garantir que o sindicato  tenha todas as condições para defender os seus direitos. Para isso, é preciso substituir o imposto por uma taxa negocial, que só pode ser definida depois que o sindicato encerrar um processo de negociação. “Queremos que os trabalhadores decidam os percentuais em assembleias realizadas pelos sindicatos, mas estas assembleias têm de ser convocadas com bastante antecedência e muito bem divulgadas em veículos de comunicação de massa”, enfatizou.

 

Goiana ressaltou que os trabalhadores pernambucanos estão participando da mobilização e dizendo não ao imposto sindical, para democratizar a organização sindical e as relações do trabalho. Desde a semana passada os sindicatos cutistas em Pernambuco estão com urnas em suas sedes tanto na capital como no interior para recolher o voto dos  trabalhadores(as). A votação também pode ser feita pela internet, no endereço eletrônico diganaoaoimposto.cut.org.br/votar, e nas sedes dos sindicatos.  O Plebiscito Nacional sobre o Imposto Sindical foi lançado pela CUT no dia 26 de março passado em Campinas (SP), e termina no dia 15 junho.